sábado, 5 de março de 2011

Os empecilhos, as perguntas e um ponto final.

Ainda recebo centenas de emails com perguntas "eu posso?", "eu devo?", "eu conseguiria?" sempre atreladas a diversos porquês... todas se acham altas demais, baixas demais, gordas demais, velhas demais, pesadas de mais ou de menos, e ainda "tenho pernas grossas", "meus seios são fartos", "minha canela é fina", "perdi minha chance", "deixei passar na infância..." e por aí vai.

Gente, quem é leitor desse blog sabe o que eu penso disso, e se não sober ainda tem um monte de artigos aqui para ler e se informar. Me lembro de já ter abordado esse tema algumas vezes indiretamente, mais diretamente foi neste artigo e na sessão de perguntas.

De uma vez por todas: todo mundo pode.

Não sei qual seu objetivo e nem quanto tempo irá levar para construí-lo, que varia muito de pessoa pra pessoa. Mas sei que é muito chato ter que lidar com preconceitos alheios, dos professores, dos outros alunos, dos amigos, da família enfim, mas sei que é muito pior lidar com nossos próprios... Já é hora de se livrar disso.

Quem quer dançar e estudar com afinco consegue qualquer chegar nos seus objetivos. Falo de quem não tem medo de trabalho, de dor, de suor, de cansaço. As perguntas a serem feitas a si mesmo deveriam ser "quero mesmo estudar?"," estou pronto para me dedicar com afinco?", "gosto de lidar com dificuldades, limites e desafios?", "como encaro minha timidez?", etc.

Para todo mundo dar uma basta e parar de vez com essa insegurança sem fim, (incluindo duvidar de si mesmo) deixo abaixo um vídeo que diz tudo.

4 comentários:

  1. Amei seu blog... Querer é poder, tenho 17 anos e faço ballet a 5 meses, amo o que faço...
    Parabéns pelo blog...

    ResponderExcluir
  2. Para Longhairdlady: É um vídeo já bem divulgado na net mas acho que é sempre bom lembrar da clareza da sua mensagem. Bjos!!!

    ResponderExcluir
  3. Para Bailarina: è isso aí! IMPOSSIBLE IS NOTHING! bjos, continue seguindo! ;-)

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar seu comentário!